Perfil da empresa: Pfizer

O setor farmacêutico, especificamente o setor de produção de medicamentos, apresenta empresas muito importantes para a área, como é o caso da Pfizer. A empresa é bastante reconhecida por ter atuação crucial na vida de muitos homens que sofrem com difunção erétil, visto que a organização é responsável pela produção de um dos fármacos mais conhecidos no mundo, Viagra.

O alemão Karl Pfizer nasceu em 22 de março de 1824, em Ludwigsburg, e foi o responsável pela fundação da companhia junto com o seu primo. Como era formado em química, conseguiu desenvolver o primeiro medicamento antiparasitário, que foi chamado de Santonin.

História

Para que Karl conseguisse iniciar as operações da companhia, teve que realizar um investimento de dois mil e quinhentos dólares. Durante os primeiros meses de vida da empresa conseguiu atingir excelentes resultados que puderam ser obtidos devido ao excelente conhecimento que possuíam sobre medicamentos e alimentos.

Foi graças a isso que conseguiram melhorar um medicamento que apresentou resultados bastante satisfatórios no combate a vermes. Como consequência a esse ocorrido, puderam se beneficiar de uma melhora significativa nos números de vendas.

Durante a primeira metade do século vinte, muitos conflitos bélicos ocorreram, o que possibilitou que a companhia se desenvolvesse ainda mais rapidamente, pois fornecia diversos medicamentos importantes, como clorofórmio e desinfetantes, bem como analgésicos para os governos cuidarem da saúde de seus combatentes.

Esses fatores foram essenciais para que a Pfizer conseguisse aumentar a receita até atingir o status de maior fabricante de ácido cítrico, que é um aditivo muito utilizado para a produção de refrigerantes, em solo americano. Além disso, em 1944 a companhia começou a produzir um dos mais importantes antibióticos, a penicilina.

Mercado

Devido ao excelente sucesso e ao grande desenvolvimento que a empresa apresentou, a Pfizer começou a expandir suas operações em 1951 ao fundar a primeira filial na Suíça. Logo após esse crescimento, foi adotado estratégias para que a empresa conseguisse oferecer uma unidade moderna de produção para o desenvolvimento dos seus medicamentos, o que resultou na aquisição da Heinrich Mack.

Em seguida, também foi concretizada a compra da Pharmacia em 2003 e a aquisição da Vicuron Pharmaceuticals em 2005. Por meio de medidas como essa foi possível observar que a companhia estava cada vez mais consolidada no mercado farmacêutico.

Atualmente a companhia Pfizer conta com diversas subdivisões que desenvolvem e trabalham com projetos específicos como, por exemplo, nas áreas de nutrição e também no setor veterinário. Com essa grande ramificação que a empresa apresenta, associado ao excelentes resultados que conseguir apresentar, firmou-se no mercado e se tornou uma das mais importantes organizações na área de medicamentos e derivados. Isso possibilitou que a empresa resistisse às crises econômicas que ocorreram.

Para se ter uma ideia da dimensão da companhia, a Pfizer emprega atualmente cerca de noventa mil funcionários e chega a apresentar um volume de negócios estimado em pouco mais de cinquenta bilhões de dólares por ano, dando uma ideia da grandeza da companhia. Contudo, para conseguir manter esse constante crescimento, a empresa procura investir a cada ano cerca de sete milhões de dólares em pesquisas.

O Viagra

A Pfizer foi a organização pioneira a desenvolver e trabalhar com o medicamento conhecido como Viagra, sendo que esse domínio no mercado ocorre até os dias atuais. Porém, o desenvolvimento de um fármaco como esse levou um tempo considerável para ser concluído, uma vez que, além da elaboração química do produto, também é preciso submeter o medicamento a diversos testes antes de lança-lo no mercado.

O fato mais curioso sobre esse tipo de medicamento é que, a princípio, o Viagra foi desenvolvido com o intuito de ser utilizado no tratamento de doença cardíaca coronária. Entretanto, estudos realizados na época verificaram que o efeito desejado não foi alcançado.

Apesar dessa situação ser um ponto negativo para o histórico da empresa, foi graças a esse acontecimento que os estudos aplicados sobre a droga notaram que muitos homens que haviam ingerido o medicamento começaram a apresentar uma ereção que durou um tempo maior. Devido ao sucesso dos resultados obtidos com os comprimidos, muitos usuários se recusaram a abrir mão da droga mesmo que o estudo final ainda não estivesse publicado.

Foi graças a esse evento inesperado que a Pfizer aceitou o desafio de começar a desenvolver pesquisas com o objetivo de verificar os efeitos e sintomas que o agente da ereção poderia causar e proporcionar. Ao adotar esse posicionamento de estudar mais o Viagra, os participantes do projeto conseguiram concluir a eficácia do produto na questão da difusão erétil. Como forma de agradecimento, a empresa passou a receber muitas cartas de homens pelo resultado proporcionado.

Após toda a bateria de testes, o Viagra foi oficialmente aprovado e passou a ser comercializado. A Pfizer registrou a patente do medicamento e, desde então, o Viagra é considerado um excelente produto devido ao grande sucesso que apresentou.